Learn to fly

26 set

Para a felicidade geral da nação: voltei!

Quase dois meses depois do último post (que bombou de visitas!), e depois de muitos ensaios sobre um novo post, hoje de fato eu vou deixar tudo em ordem. Já nem lembro direito o assunto quando da última vez que estive aqui, e a minha internet também não me deixa entrar no blog pra recordar..é, ficar sem internet e ter que ‘roubar’ o sinal dos vizinhos tem dessas coisas!

MÃÃÃS, BOM! Partindo pro assunto.

Ainda não relatei aqui nenhuma vez sobre as visitas (até por que elas ainda nem haviam começado quando passei aqui pela última vez). Então, acho que nada mais justo do que uma retrospectiva sobre cada momento ÚNICO vivido em cada clube que tive a oportunidade de visitar até o momento – e olha que não foram poucos! Por isso esse post é a primeira parte de uma breve série de relatos.

Os atentos notaram que o título desse post faz referência a uma música do Foo Fighters, uns caras ai que fazem umas músicas legais e tocam nas gringa.  São eles os donos de músicas de muito sucesso como “Times Like These”, “Everlong” e “My Hero” , além do mais recente sucesso – o álbum ‘Wasting Light’ – que é por completo, um estouro. Aos apreciadores da boa música: não morram sem ouvir “Arlandria” e “These Days”!

Learn to Fly. Aprender a voar. Aprender a construir seu próprio caminho (“Make my way back home when I learn to fly”). Acho que isso retrata um pouco do que tem sido esses últimos dois meses em companhia dos meus queridos amigos e mestres, Rafael Carlesso Trindade, Carlos Vinícius Marques Mariño, Gustavo Lopes Silva e Dionei Jr. Marques Mariño.

Peguei o bonde andando, sim… caí de para-quedas no meio dessa história que eles já vem construindo há um bom tempo, e a única coisa que pude sentir até agora em relação a esses quatro é uma gratidão sem tamanho, por me acolherem tão bem, me permitirem a opinião, me sanarem as dúvidas. Guris, vocês são demais! A quantidade de obrigados que eu quero dizer pra vocês pro resto da vida nunca será suficiente, dado o tamanho da importância que vocês tem na minha formação como pessoa, como homem, como Companheiro LEO.

E é aprendendo a voar – e cada vez mais alto – que eu termino essa introdução, abrindo cancha para vários posts recheaaaados de coisas boas!

Até mais, gurizadinha!

Anúncios

Uma resposta to “Learn to fly”

  1. Henrique Herpich 26 de setembro de 2011 às 21:26 #

    Eii.. show de bola cara!!
    Espero mais posts agora e sempre com essa qualidade hein =)
    Abração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: